Como verificar a velocidade de um site WordPress?

Verificar a velocidade de um site WordPress, é tudo o que praticamente todos os proprietários de sites fazem. Quem não quer ter um site rápido? Depois de fazer todas as ações para deixar um site mais rápido, é hora de fazer os testes.

Muitas vezes, os iniciantes acham que o site está em ordem, porque não parece lento no computador. Isso é um grande erro.

Como você acessa seu próprio website com frequência, os navegadores modernos, como o Google Chrome, armazenam seu site em cache e fazem a pré-busca automática assim que você começa a digitar um endereço. Isso portanto, faz com que seu site seja carregado quase instantaneamente.

No entanto, um usuário normal que está visitando seu website pela primeira vez pode não ter a mesma experiência.

De fato, usuários em diferentes localizações geográficas terão uma experiência completamente diferente.

É por isso que recomendamos que você teste a velocidade do seu site usando uma ferramenta como o Pingdom.

Para verificar a velocidade de um site WordPress


Pingdom é uma ferramenta online gratuita que permite testar a velocidade do seu site em diferentes locais.

  • Abra o site Pingdom.
  • Adicione o domínio a ser verificado a aguarde.

Como verificar a velocidade do site WordPress?

Depois de executar o teste de velocidade do seu site, você pode estar se perguntando o que é uma boa velocidade de site que eu deveria procurar?

Praticamente todas a agências de SEO recomendam um bom tempo de carregamento da página é inferior a 2 segundos.

No entanto, quanto mais rápido você conseguir, melhor será. Alguns milissegundos de melhorias aqui e ali podem resultar na remoção de metade, ou até um segundo do tempo de carregamento.

Verificar a velocidade de um site WordPress com Google PageSpeed Insights

O Google PageSpeed é uma família de ferramentas do Google Inc, projetado para ajudar nas otimizações de desempenho de um site.

Esta é outra ferramenta excelente, para fazer esta verificação é o Google PageSpeed. Ela informa com precisão as métricas de velocidade desde o ponto do servidor até sua localização.

Role para baixo, para ver mais resultados e as possíveis melhorias indicadas por Google PagSpeed, que você pode fazer, para acelerar ainda mais o seu Website.

No exemplo acima, fizemos o teste com um site, que está 100% dentro dos parâmetros de carregamento, para esta ferramenta.

O PageSpeed ​​afeta o ranking do Google?

Google indicou velocidade do site. Mas como resultado, a velocidade da página é um dos sinais utilizados pelo seu algoritmo para classificar as páginas. Além disso, uma velocidade de página lenta significa que os mecanismos de pesquisa podem rastrear menos páginas usando o orçamento de rastreamento alocado. E isso pode afetar negativamente sua indexação. Contudo, você pode acelerar o carregamentos de várias formas. Uma dela está explicada no post: como acelerar o carregamento de um site WordPress.

O blog Neil Patel também tem um post com dicas interessantes, para se chegar a 100 pontos no Google PageSpeed.

Verificar a velocidade de um site WordPress com GTMetrix

Mais uma ferramenta, que analisa vários critérios sobre a velocidade do site. Se você quiser obter dados mais claros, do que você deve melhorar, para acelerar o carregamento do site, faça um teste em gtmetrix.com.

Você pode verificar por exemplo, a necessidade de adicionar um CDN, comprimir imagens, inserir cabeçalhos expires, etc.

Essa ferramenta é praticamente completa, quanto as práticas recomendadas, para serem adicionadas aos Websites.

Em conclusão sobre estas ferramentas. É necessário que você procure levar aos usuários do seu site, o meno tempo de carregamento. Porém, é muito difícil chegar a um denominador comum entre estas três ferramentas de análise, porque cada uma tem suas próprias métricas.

Procure, antes de tudo, uma boa empresa de hospedagem. Em seguida tente encontrar temas leves e se possível já incorporados algumas práticas de SEO. Se o seu site for desenvolvido em PHP puro, você pode limpar e compactar os arquivos de CSS e JavaScript. Isso já ajuda.

E por fim, para sites do WordPress existem vários plugins de cache, que certamente irão lhe ajudar bastante.

 

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment