Escolha Servidor De Hospedagem Que Pensa Grande

Desde o primeiro momento que surgiram os primeiros provedores de internet, os servidores de hospedagem vêm se atualizando e se preparando cada vez mais, para oferecer aos seus clientes, velocidade, espaço em disco, novos recursos e, principalmente segurança de rede e de dados. Acerta quem pensa que o servidor de hospedagem na web não pode ser qualquer coisa fácil que se encontra por aí.

Embora exista milhares de empresas e até pessoas físicas hospedando sites, você precisa ficar atento para não cair na tentação dos preços mais baixos sem a mínima qualidade de serviço e suporte. Olhando para a tela do computador, depois de digitar hospedagem de sites no Google, você pode passar dezenas de páginas com anúncios e resultados orgânicos que parecem não acabar mais. Isso é legal porque o mercado tem uma enorme concorrência e faz cair o preço. Cair o preço? Eu acabei de ler que tem empresas de pessoas físicas oferecendo este serviço com preços baixos e sem uma qualidade superior. Pois é. Isso não significa que planos de hospedagem de sites com preços baixo são ruins. O que devemos olhar é exatamente o acesso aos recursos, configurações e a escalabilidade.

Como achar esse provedor de hospedagem?

Pensar grande é deixar você crescer e para isso a empresa deve oferecer recursos automáticos que permitam sua expansão, ou upgrade de plano e recursos.

  • Você deve ficar ligado na política de segurança do provedor.  Novas ameaças surgem diariamente e para garantir a privacidade da rede e dos servidores, onde estão hospedados sites e dados dos clientes, os provedores as vezes tomam medidas extremas. Então, você pode escolher pelo que tem flexibilidade e segurança aprimorada, que é diferente de segurança rígida.
  • Você pode fazer upgrade e downgrade do seu plano quando quiser? Verifique este detalhe antes de contratar um plano de hospedagem VPS.
  • Você precisa de uma hospedagem gerenciada, ou auto gerenciada? Examine seu nível de experiência com servidores da web e pague mais barato se você mesmo gerenciar seu servidor. Não pague pelo que você não precisa.

Nós vamos lhe dizer, porque você deve escolher bem o seu provedor de hospedagem, se quiser, que o seu site cresça na internet.

Vamos direto ao ponto

  1. Você quer um VPS mas não quer pagar muito por isso. Verifique as configurações do plano: processamento, memória, limite de tráfego e painel de gerenciamento. Normalmente um site com 1000 usuários por dia já precisa de um VPS básico: 2 vCPU, 2 GB de RAM e uns 50 Gb de espaço em disco, além de pelo menos uns 200GB de tráfego mensal para sobrar. Um site com 10 mil visitantes diários precisa de mais recursos, dependendo do CMS, plugins e outros recursos que estiverem instalados. Além disso é recomendável um CDN.
  2. Painel de gerenciamento: uma boa ideia é hospedagem em um VPS com WHM, onde o plano seja auto gerenciado, ou seja gerenciado pelo contratante. Esse papo de plano de hospedagem gerenciado pelo provedor de hospedagem, é uma piada, eles querem ganhar mais. O provedor tem por obrigação disponibilizar os serviços sem falhas, então não precisa gerenciar seu pacote.
  3. Seu site precisa de um bom SEO, para crescer, não é? Claro, isso é imprescindível. Mas você não sabe que alguns provedores te oferecem isso, como um adicional para sua conta de hospedagem. Comece avaliar esse ponto também.
  4. Mais de 80% dos sites e blogs, dependem da indexação dos buscadores, como: Google, Bing, Yahoo, etc. Por isso você precisa da ferramenta de SEO, para melhorar a performance com os buscadores e indexadores.
  5. Seu site já tem tudo isso, mas não tem todas as páginas indexadas nos buscadores e você olha no alexa.com e o site não sobe no ranking. É hora de mudar de provedor, ou tentar resolver um problema, flexibilização de rede, como seu provedor, que é quase impossível.
  6. O provedor oferece mitigação de DDoS, CDN grátis, etc? Cuidado! CloudFlare tem planos gratuitos de CDN e a rede é bem segura, podendo livrar seu site de certas ameaças. Mas, por outro lado, se o preço compensar, é um fator importante a ser analisado.
  7. Recursos de servidor é o que interessa. Normalmente as empresas disponibilizam os hardwares (marcas) e os softwares (tipos) que estão rodando no servidor. isso ajuda bastante a escolher um servidor de hospedagem da web.

Diagnósticos de dados relevantes para escolher um servidor de hospedagem

Conforme dados em páginas do suporte do Google, muitos provedores pequenos, travam, ou limitam o acesso de IPs dos rastreadores. Isso por conta de ataques como o DDoS, que muitas vezes congestionam as redes dos provedores, causando os piores danos e dando muito trabalho na mitigação. Tais IPs são confundidos com os IPs de ataques DDoS. Talvez a falta de estrutura, ou até mesmo de ferramentas adequadas, fazem com que alguns provedores de hospedagem sejam mais radicais.

Outro fator relevante é o CDN. Muitos robots indexadores tem acesso limitado, por conta de bloqueios, que muitos fornecedores de CDN fazem, também por causa da segurança mais rigorosa aplicada por eles.

Você quer que o seu conteúdo seja apresentado em alta velocidade? Contrate um CDN, mas tenha cuidado, porque existem muitos, que não oferecem o que prometem. Além disso, você vai ver a dor de cabeça, que vai ter quando souber, que seu site está despencando no ranking e cada vez menos páginas estão sendo indexadas.

Para quem tem um site com médio, ou grande volume de páginas, é importante que o hospede, em um provedor que não bloqueie os IPs dos robots. Mas você não vai saber que bloqueia, ou não bloqueia. Vai descobrir na prática, infelizmente da pior maneira possível.

Enquanto os editores de sites só procuram por: espaço em disco, memória, processamento, velocidade, CDN e coisa do tipo, esquecem que a indexação é um fator importante, para o crescimento do site.

Não adianta choramingar, quando o assunto é o investimento do seu site, porque tem muitos provedores de hospedagem de sites, com preços baixos, espaço em disco ilimitado, banda ilimitada, e um monte de outras coisas que atraem clientes desavisados, mas estes provedores não são tudo para seu site. E no desespero, também configuram servidores com firewalls de forma generalizada, que bloqueiam até mesmo IPs de bons usuários e de bons buscadores indexadores de páginas.

Uma dica de provedores. Muitas vezes, eles podem não ser os melhores, mas são de grande importância, quando o assunto é liberdade, configuração, propósito, segurança e flexibilidade.

Sugeridos e testados: Godaddy, Blue Host, Linode, Hostgator e HostDime

Sugeridos e não testados: Digital Ocean, Dreamhost, Siteground, entre outros.

Se você tem um site de médio porte, com no máximo 10.000 páginas você pode escolher alguns provedores de médio porte.

Na verdade, se você quer ser grande, hospede seu site em um provedor grande. Escolha os melhores recursos e sempre atualize seu site. E por último, escolha um bom tema para seu site, ou seu blog. Nos casos de sites grandes e personalizados, saiba que seu programador deve conhecer as técnicas de SEO, seu departamento de TI deve ser atento para as principais ferramentas de crescimento e segurança da Web.

Para quem deseja fazer negócios na internet lembre-se: a internet é um mundo virtual para os mais inteligentes, ela é implacável contra a falta de conhecimentos e de planejamento. Na internet, não são os amigos do bairro e os vizinhos, que vão comprar os nossos produtos, ou contratar os nossos serviços, são os clientes que vão fazer isso. Vamos lembrar disso também.

Palavras finais

Um servidor de hospedagem na web deve ter o perfil exato para seu projeto. Não é o que o outro indica, que às vezes dá certo, senão existia apenas um três ou quatro dominando todo o mercado. A localização do data center pode ser um fator importante não mencionado acima, mas isso parece ser irrelevante nos dias de hoje. Com esta dicas provavelmente você está encorajado a fazer a diferença.

iCloud Tutoriais
Logo