Como iniciar um negócio em uma loja online

Há muitas pessoas se perguntando, como iniciar um negócio em uma loja online, para venda de produtos, ou prestação de serviços com o comércio eletrônico.

Muitas pessoas agora estão pensando em vender online devido às atuais questões econômicas e oportunidades criadas pelo crescimento do comércio online.

Quando você está pensando em começar a vender online, você também precisa ver o que seus concorrentes estão fazendo online.

Você nunca deve copiar o que seus concorrentes estão fazendo, mas você pode usá-lo como um guia e até mesmo melhorar o que eles oferecem.

Então, começar significa fazer alguma pesquisa para que você esteja melhor informado e pronto para seguir em frente.

Iniciar um negócio em uma loja online

Como iniciar um negócio em uma loja online

Siga estas etapas para criar sua loja de comércio eletrônico a partir do zero:

1- Decida o produto que você quer vender

Antes de tudo, você deve ter em mente, o que vai fazer, ou vender. Ao navegar na internet, você deve ter notado a existência de vários sites de comércio eletrônico que vendem itens variados.

Existem alguns sites dedicados à venda de uma determinada linha de produtos ou serviços, como roupas, planos de viagem, itens de moda, etc. Além disso, existem outros sites de comércio eletrônico que vendem vários itens como telefones celulares, notebooks, eletrodomésticos, livros e CDs. Outros também vendem home theaters, câmeras, artigos esportivos e assim por diante. E por último, é como uma grande loja de departamentos vendendo tudo sob o mesmo teto.

No início, é importante decidir sobre o produto, ou o serviço que você gostaria de vender através de seu site. Ao decidir sobre o item de comércio, é essencial estimar a demanda local.

Certamente, os compradores irão preferir sempre comprar itens de um fornecedor local. Independentemente de estarem online, ou offline. O fornecedor local sempre poderá garantir entregas mais rápidas, condições de pagamento mais fáceis e trocas mais rápidas do produto em caso de remessas erradas, ou defeituosas.

Por isso, estes pontos devem ser considerados e você deve partir para a segunda estratégia.

2 - Escolha o seu modelo de negócio

Como proprietário de uma empresa de comércio eletrônico, você pode escolher seu modelo de negócio conforme sua necessidade. É importante saber, que você pode vender apenas através de sua loja online, ou pode vender seus produtos em mercados como Amazon, FlipKart, eBay, Mercado Livre, etc.

Você também pode vender seus produtos nas duas plataformas ao mesmo tempo. E além disso, pode ter sua loja física e criar a loja online para vender o que você já tem na loja física. Isso é uma deia extremamente útil, para sua cidade.

3 - Escolha um nome comercial e de domínio

Está na hora de criar sua loja online, escolhendo um nome de domínio relevante aos produtos que você quer vender. Depois de ter decidido sobre o seu leque de itens e modelo de negócio, o próximo passo seria escolher um nome comercial e criar um domínio.

Como já dissemos, um nome comercial deve ser relevante para seus produtos e fácil de lembrar para seu público-alvo. Um domínio fornece uma identidade e facilita a identificação de compradores online. No entanto, para empresas com recursos financeiros limitados, seria desejável obter um domínio compartilhado.

Compartilhar um domínio com um nome estabelecido facilita o contato com seus compradores-alvo. À medida que o negócio cresce, seria sensato ter um domínio dedicado, pois ajuda na otimização de mecanismos de busca e no reconhecimento mais fácil.

Empresas como Wix e Shopify por exemplo, oferecem uma plataforma com domínios compartilhados. Por exemplo: digamos que você contrate um plano de domínio compartilhado na wix, ou um nome com um subdomínio sualoja.wix.com. Isso é importante para você começar, se não tiver recursos para comprar um nome de domínio. Mas é sempre importante ter um nome de domínio próprio, para sua loja online. Por isso, quando você puder comprar este domínio, faça-o imediatamente.

4 - Selecione um construtor de sites de comércio eletrônico

Hoje em dia, é muito simples construir sua loja online com a ajuda de construtores de sites de comércio eletrônico. E como você já leu acima, Wix e Shopify poderão te ajudar muito nesta tarefa. Além disso tem o WordPress, que é um CSM gratuito e você pode instalar o plugin Woocommerce, que também é grátis, para começar a vender pela internet.

Estes softwares online criam sites em poucos segundos, onde você pode começar a vender produtos instantaneamente. Já o WordPress requer um pouco mais de conhecimento, mas não impede que você use-o de imediato.

5 - Criando sua loja de comércio eletrônico

Seu site de comércio eletrônico é a sua loja e precisa ser projetado para a conveniência de seus compradores. Como em uma loja física, seu website deve conter detalhes sobre seus produtos e serviços vendáveis. Imagens, descrições, preços, comentários dos usuários, classificações devem ser incluídas em sua página da web para orientar possíveis compradores.

Do mesmo modo, você deve ter certeza de que sua página na web exibe seus produtos perfeitamente para que os compradores nunca sejam enganados.

Outro ponto fundamental, é que você deve fazer suas páginas da web e site atraentes. Já que essa é a sua representação para os compradores online.

6 - Configurar o gateway de pagamento

Como um negócio online, é preciso ter várias opções de pagamento disponíveis para os clientes. Os construtores lojas online, provavelmente já tem em suas plataformas, alguns gateways configurado. São ferramentas que podem configurar essas funcionalidades automaticamente para o seu site.

Esteja ciente de oferecer opções para o cliente poder efetuar pagamentos através de cartão de crédito, cartão de débito, carteiras online, serviços bancários líquidos e muitos outros. Geralmente essas ferramentas já dispõem de todos estes recursos.

7 - Proteja seu site instalando o certificado SSL

É imprescindível, que todos os sites que transferem dados online, tenha de garantir que sua conexão seja protegida por uma camada de segurança SSL. O certificado SSL mantém seu site seguro e cria a confiança entre seus clientes.

Atualmente, até o Google recomenda ter um certificado SSL para cada site. Se você não o tiver o Chrome exibe uma mensagem dizendo que o seu site não é seguro. Quando um cliente ler esta mensagem, ele provavelmente não será mais cliente do seu site.

8 - Selecione seu parceiro de entregas

Depois de começar a vender produtos através do seu site de comércio eletrônico, você precisa enviar esses produtos para seus clientes com a ajuda de serviços de correios. Os serviços agregadores de logística de e-Commerce, como o os Correios, são uma boa opção. Eles dão a você várias opções de agência de envio para enviar seu produto com as menores taxas de envio disponíveis. Isso garante, que você possa ter o máximo lucro em sua participação.

Por outro lado, se você tem uma loja online e vende produtos apenas para sua cidade, ou nos entornos dela, pode ser interessante contratar um serviço terceirizado de moto entregas.

Estas são as etapas básicas para criar um site de comércio eletrônico para seu produto ou serviço e começar a vender instantaneamente.

Isso é apenas um começo, que pode clarear suas ideias em termos de comércio eletrônico. Siga para ver outras estratégias.

Estratégia e plano de comércio eletrônico

Ter um plano pode ajudar a evitar que você cometa erros e se desvie dos objetivos originais. Um plano não precisa ser longo e complexo. Considere os principais problemas:

  1. Missão - o que suas empresas vão fazer.
  2. Estratégia - como você fará para tornar o negócio um sucesso.
  3. Tecnologia - escolha a tecnologia para apoiar o negócio.
  4. Stakeholders - identifique os parceiros que ajudarão a impulsionar os negócios.
  5. Engajamento - entre em movimento, revise e melhore ao longo do processo.

Estratégia e planejamento de comércio eletrônico - considerações fundamentais

Tire algum tempo para montar um plano. Aqui estão alguns pontos de planejamento a serem considerados. Lembre-se de que o plano de negócios não precisa ser complexo e é um processo contínuo. Isso significa que o plano mudará e melhorará com a idade e a experiência.

E aqui está de uma forma resumida:

  1. Certifique-se de conhecer seu mercado. Quem vai comprar seu produto?
  2. Multi-canais para o mercado, ou seja, loja online, eBay, Facebook shop. Isso, em alguns casos pode melhorar resultados até 400%.
  3. Integre a experiência de compra.
  4. Como você vai lidar com o seu conteúdo.
  5. Conteúdo - onde você obterá conteúdo e imagens.
  6. Preços e inventário - qual é o problema competitivo?
  7. Logística - armazenamento, embalagem, remessa e devolução.
  8. Serviço e suporte - como atender seus clientes.
  9. Pagamento e devolução - processamento de pagamentos e quais métodos aceitar.
  10. Conformidade com padrão de segurança de dados PCI DSS, da indústria de cartões de segurança e pagamento.
  11. Processo de compra fácil de usar.
  12. Considere os requisitos de localização - moedas e idiomas.
  13. Considere o gerenciamento e a personalização do relacionamento com o cliente.
  14. Certifique-se de selecionar uma plataforma, ou solução escalável.
  15. Do mesmo modo, certifique-se de ter suporte no local - funcionários, parceiros ou fornecedores.
  16. Campanhas de marketing e requisitos, incluindo marketing de mecanismos de pesquisa.
  17. Integrar a sistemas externos, fornecedores ou provedores de logística
  18. Quais são as opções disponíveis para iniciar uma loja online e o que elas realmente custam.
  19. Quais são os custos reais associados ao início de um negócio online ou ao acréscimo de uma loja online.
  20. Por fim, a conexão social com seu público-alvo.

Conclusão:

Em conclusão: todas estas ações deverão ser colocadas em prática, para você crescer ao longo do tempo. Imagine, que apenas o nome loja online, ou loja virtual, é realmente virtual. Tudo que você fizer dentro deste mundo virtual, ou online deve ser real. Os produtos, o seu dinheiro, os clientes, os fornecedores e a logística.


Deixe um Comentário