Avaliando o futuro da computação em nuvem

Até a última década, o armazenamento em nuvem era um conceito não muito adotado pelo uso popular. O armazenamento de dados sempre foi crucial e as pessoas ainda usam o hardware, na maior parte do tempo. No entanto, com o crescimento contínuo da Internet nos últimos anos, o armazenamento em nuvem está silenciosamente tomando seu lugar em nossas vidas diárias.

Isso porque ela nos traz vários benefícios, que provavelmente esteja no conhecimento de todos que a usam.

Avaliando o futuro da computação em nuvem

Um dos principais trade-offs tradicionalmente com armazenamento é entre desempenho e redundância. Além, é claro, da confiabilidade. Quanto mais redundante for uma solução de armazenamento, mais lento será o desempenho, pois qualquer ação de gravação precisa ser duplicada de uma maneira desnecessária, sem menos replicação, ou se preferir chamar: redundância.

Por exemplo, manter o armazenamento no RAID1 fornece um desempenho muito mais alto do que o RAID5 ou o RAID6. Se uma unidade falhar no RAID1, até que a segunda unidade seja reconstituída, todos os dados na unidade restante estarão em risco se uma outra unidade falhar. O mesmo acontece no RAID5.

Esse não é o caso do RAID6, mas o RAID6 em circunstâncias normais tem um desempenho muito menor.

Definindo o armazenamento em nuvem para iniciantes


Para aqueles que ainda são novos no armazenamento em nuvem, é um local virtual em que salvamos qualquer tipo de dados na Internet, facilmente acessível sempre que necessário. E além disso, economizando toneladas de armazenamento em nossos smartphones, laptops, discos rígidos e outros gadgets..

Um anexo salvo em um e-mail de rascunho é um exemplo ruim de como funciona o armazenamento em nuvem. Todos nós fizemos isso e é muito útil se você precisar transferir um arquivo de um smartphone para o seu PC rapidamente. Agora, embora o armazenamento em nuvem esteja lentamente acompanhando o ritmo, ainda dependemos de flash drives, discos rígidos etc. para a maioria de nossas necessidades de armazenamento de dados e há uma razão por trás disso.

Qual é o futuro da computação em nuvem?

Estamos criando e consumindo mais dados do que nunca. Estima-se que até 2025 o data sphere cresça para incríveis 163 ZB , que são mais de um trilhão de gigabytes! Com uma quantidade tão grande de dados sendo criados, ele precisa ser armazenado em algum lugar para as pessoas acessarem. Nos últimos anos, a computação em nuvem tornou-se uma solução popular de armazenamento de dados para uso pessoal e comercial.

Há várias vantagens para as organizações que estão migrando para soluções híbridas – uma mistura entre servidores em nuvem e servidores próprios. Ou então, soluções de armazenamento de dados totalmente baseadas em nuvem. Estes incluem infra-estrutura e gerenciamento de TI simplificados, acesso remoto de forma eficaz em qualquer lugar do mundo, com uma conexão de internet estável e as eficiências de custo que a computação em nuvem pode trazer.

As empresas reconhecem que o benefício da nuvem e do investimento deverá aumentar nos próximos anos, com a maioria das PMEs e grandes organizações implementando algum tipo de estratégia de computação em nuvem dentro de seus negócios.

Michael Corrado, Gerente de Marketing Mundial da Hewlett Packard Enterprise tem uma ótima visão sobre o futuro da computação em nuvem, que você pode ler – em inglês – no site futureofeverything.io.

O presente já é fato em alumas regiões, principalmente nas regiões distantes dos grandes centro e menos desenvolvidas.

Internet lenta e armazenamento limitado

Armazenamento Limitado

A velocidade média da Internet na Índia está muito abaixo da velocidade média da Internet no mundo e a Internet está no centro do armazenamento em nuvem, e certamente se esforçou para entrar em contato com um consumidor médio. Além da largura de banda, o armazenamento em nuvem também exige alta velocidade se você deseja que seus dados sejam acessados ​​rapidamente. Se não, pode levar anos para carregar e baixar dados de e para a internet, o que de alguma maneira causa o motivo principal do armazenamento de dados, ou seja, é de fácil acesso.

Propaganda pela quantidade gratuita do armazenamento

Além disso, há um limite e um custo associado ao armazenamento online após você ultrapassar o limite. Por exemplo. O iCloud oferece 5 GB de armazenamento gratuitos. Já o Google Drive oferece os primeiros 15 GB gratuitos e você pode comprar os próximos 100 GB pagando US $ 1,99 por mês. O Dropbox, por outro lado, oferece apenas os primeiros 2 GB de dados gratuitamente.

Com essas limitações, o armazenamento em nuvem pode substituir completamente os métodos convencionais de armazenamento de dados? Bem, tem o potencial. Aqui está o porquê.

Dependência crescente na Internet

A taxa de consumo da Internet aumentou muitas vezes nos últimos anos e com a introdução da Reliance Jio na Índia, as pessoas agora têm acesso à Internet quase a qualquer hora do dia. Com isso, o crescimento do armazenamento em nuvem é inevitável.

Desde o envio de um arquivo pelo WhatsApp até a gravação de tais histórias em plataformas de nuvem, como o Google Docs, todos estão levando a práticas muito mais fáceis de armazenamento de dados.

Armazenar em nuvem se torna muito mais acessível

Você deseja obter alguns documentos impressos para o seu próximo projeto e você perdeu o seu flash drive que tinha todos os arquivos. Mas, veja bem, você tem todos os documentos armazenados em seu e-mail porque acabou de enviar o arquivo para o seu chefe. Problema resolvido? Sim, com armazenamento em nuvem, acessar dados é fácil. Tudo que você precisa é de Internet.

É mais seguro guardar dados na nuvem

Isso é algo que é frequentemente ignorado quando falamos de vantagens do armazenamento em nuvem. Armazenar dados pode ser arriscado se cair em mãos erradas e é aí que a proteção de dispositivos de armazenamento entra em cena. No entanto, com o armazenamento em nuvem, todos os dados já estão protegidos por senha em sua conta.

Embora seja mais seguro na nuvem, os dados ainda podem ser manipulados ao comprometer informações secretas, como nome de usuário ou senha, para qualquer pessoa. Por isso tem cuidado.

Inteligência artificial

Bem, isso pode ser um pouco fora de estrada para alguns de vocês, mas, acredite ou não, a inteligência artificial tem sido um fator importante que definiu o armazenamento em nuvem bem antes dos métodos convencionais de armazenamento de hardware.

Um excelente exemplo disso é o Google Fotos. Assim que você clica em uma foto, o Google Fotos faz um backup instantâneo na qualidade original e organiza-a com base na data em que foi clicada.

Agora, a AI ajuda a proteger os dados automaticamente sem nenhuma ação específica exigida do usuário.

Para citar outro exemplo, se você explorar o Google Fotos, notará que o aplicativo digitaliza automaticamente vários rostos em toda a sua biblioteca de fotos e pede que você nomeie os rostos para que eles possam identificá-los na próxima vez que você clicar em uma foto com seus amigos.

Então você já está dependente do armazenamento em nuvem para as suas necessidades diárias ou é alguém que ainda gosta de tirar uma unidade flash mesmo para a menor das transferências de dados? Deixe-nos saber na seção de comentários abaixo.

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment