A História da Computação em Nuvem

Antes de surgir a computa√ß√£o em nuvem, havia computa√ß√£o Cliente – Servidor, basicamente um armazenamento centralizado no qual todas as aplica√ß√Ķes de software, todos os dados e todos os controles residiam no lado do servidor.

Por volta de 1961, John MacCharty sugeriu em um discurso no MIT que a computação pode ser vendida como uma utilidade, como uma água ou eletricidade. Era uma ideia brilhante, mas, como todas as ideias brilhantes, era adiantado se seu tempo, como nas próximas décadas, apesar do interesse no modelo, a tecnologia simplesmente não estavesse pronta para isso.

A ideia de uma rede inform√°tica intergal√°ctica foi introduzida nos anos sessenta pela JCR Licklider, respons√°vel por permitir o desenvolvimento da ARPANET –
Advanced Research Projects Agency Network, em 1969. A ideia era que todos no mundo fossem interligados e acessassem programas e dados em qualquer site, de qualquer lugar, que esteja conectado à internet. Já se formava a ideia da Cloud Computing.

Se um √ļnico usu√°rio quiser acessar dados espec√≠ficos ou executar um programa, este usu√°rio precisa se conectar ao servidor e depois obter o acesso apropriado, e ent√£o poder fazer o seu neg√≥cio.

Desde os anos sessenta, a computação em nuvem se desenvolveu ao longo de várias linhas, sendo a Web 2.0 a mais recente evolução. No entanto, uma vez que a internet só começou a oferecer largura de banda significativa nos anos noventa, a computação em nuvem para as massas tem sido algo de um desenvolvedor tardio.

Depois, a computação distribuída entrou em cena, onde todos os computadores são conectados em rede e compartilham seus recursos quando necessário. Com base na computação acima, emergiram conceitos de computação em nuvem que posteriormente implementaram.

Agora, é claro que o tempo passou e a tecnologia pegou essas ideias geniais e depois de alguns anos mencionamos isso:

Em 1999, a Salesforce.com come√ßou a entregar aplicativos para usu√°rios usando um site simples . As aplica√ß√Ķes foram entregues a empresas atrav√©s da Internet, e assim o sonho da computa√ß√£o vendida como utilidade era verdade.

Em 2002, a Amazon iniciou a Amazon Web Services, fornecendo serviços como armazenamento, computação e até mesmo inteligência humana. No entanto, apenas começando com o lançamento do Elastic Compute Cloud em 2006, um serviço verdadeiramente comercial aberto a todos existia.

Outro grande marco ocorreu em 2009, à medida que a Web 2.0 atingiu seu passo, o Google e outros começaram a oferecer aplicativos empresariais baseados no navegador, apesar de serviços como o Google Apps. Também em 2009, a Microsoft lançou o Windows Azure e empresas como a Oracle e a HP juntaram-se ao jogo. Isso prova que hoje, a computação em nuvem tornou-se mais acessível e mais robusta.

Outros fatores, que permitiram a evolu√ß√£o da computa√ß√£o em nuvem incluem o amadurecimento da tecnologia de virtualiza√ß√£o, o desenvolvimento da largura de banda universal de alta velocidade e os padr√Ķes universais de cria√ß√£o e opera√ß√Ķes de softwares. Claro, todos os grandes profissionais e empreendedores est√£o presentes na evolu√ß√£o da computa√ß√£o em nuvem e a evolu√ß√£o continua j√° que estamos mergulhando na era da Big Data.


8 maneiras de usar seu armazenamento em nuvem
O que é arquitetura de computação em nuvem?
Características da computação em nuvem
Serviços de nuvem irão crescer em grande parte
O que é Citrix Cloud Platform?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.