Algumas Práticas ao Migrar para o vRealize Operations Manager

Quando você for migrar para o vRealize Operations Manager, certas práticas recomendadas ajudam a garantir que o processo de importação de dados seja bem-sucedido. Sem elas, a migração pode parecer ter sucesso, mas a nova implantação pode não estar monitorando completamente o inventário, ou fornecendo todos os dados que você espera.

Algumas Práticas ao Migrar para o vRealize Operations Manager

O que é o vRealize Operations?

Em resumo é o Gerenciamento autônomo de operações de TI. O VMware vRealize Operations oferece gerenciamento autônomo de operações de TI para ambientes privados, híbridos e com várias nuvens em uma plataforma unificada com base em IA.

Além disso, oferece visibilidade de pilha completa de infraestrutura física, virtual e em nuvem; incluindo VMs e contêineres; para os aplicativos que suportam, o vRealize Operations. Também fornece otimização de desempenho contínua, capacidade eficiente de planejamento e gerenciamento de custos. E por fim, correção inteligente com base em aplicativos e conformidade integrada. O vRealize Operations está disponível no local e SaaS.

Como posso experimentar o vRealize Operations?

O laboratório prático do vRealize Operations é uma avaliação gratuita que permite que você teste todos os recursos técnicos do vRealize Operations em seu navegador, sem a necessidade de instalação.

Qual é a diferença entre vRA e vRO?

O vRealize Orchestrator é o mecanismo de fluxo de trabalho que permite estender os recursos do vRA para permitir que interações mais elaboradas e personalizadas aconteçam. O vRO pode ser chamado de outros aplicativos, como o vRealize Operations Manager, e tem recursos REST completos para chamar recursos externos

Como funciona a automação do vRealize?

O VMware vRealize ajuda a automatizar a entrega de serviços de TI, fornecendo um portal seguro onde os administradores / desenvolvedores podem solicitar novos serviços de TI, provisionar e gerenciar aplicativos. O VMware vRealize Automation oferece aos usuários um portal simplificado que mostra todos os recursos que eles podem acessar.

Como devo migrar para o vRealize Operations Manager?

Para ativar o monitoramento do vRealize Operations Manager, você adiciona licenças na instalação ou posteriormente. Você rastreia as licenças para saber o que o vRealize Operations Manager pode monitorar e quando suas licenças expiram. Uma nova chave de licença é necessária para o vRealize Operations Manager 7.0 e versões posteriores. Siga as práticas para compreender a migração.

Evite Recursos Duplicados

Não migre uma fonte quando o alvo já estiver monitorando o mesmo inventário. Por exemplo, se sua implantação anterior estiver monitorando sua instância do vCenter, mas a nova implantação já está monitorando a mesma instância do vCenter, a combinação dos dados anteriores com os novos dados não é suportada.

Da mesma forma, mesmo uma única máquina virtual, se descoberta por diferentes adaptadores. Por exemplo, pelo vCenter na fonte e pelo VIM no alvo, não pode ter seus dados anteriores importados, porque essa máquina virtual já estava sendo monitorada pelo alvo.

Sincronizar o Tempo do Sistema

Antes de iniciar a migração para o vRealize, verifique se a fonte e o alvo estão configurados para o mesmo horário do sistema. Esteja ciente de que alterar a configuração pode tornar o tempo do sistema diferente do tempo real, e os recursos dependentes do tempo, como os horários de manutenção, podem ser executados em momentos inesperados.

Sincronizar adaptadores

Antes de iniciar a migração, verifique se os adaptadores instalados para a fonte estão instalados no alvo. A migração não importa dados para os quais não há adaptador.

Verifique o licenciamento

Antes de iniciar a importação, verifique se a implantação do destino não está licenciada em um nível inferior ao da origem. Por exemplo, um destino que executa uma licença padrão pode não monitorar o mesmo inventário de origem que é possível com uma fonte que inclui uma licença corporativa. Para garantir a perda de cobertura, a licença de destino deve ser igual ou superior à licença de origem.

Verifique o Tempo de Retenção de Dados

Ainda ao migrar para vRealize, antes de iniciar a importação, no alvo, verifique as configurações de retenção de dados na opção Administração, em Configurações Globais. As configurações de retenção de dados não são migradas e os padrões podem ser menores do que o configurado na fonte. Quando uma configuração de retenção de dados de destino é menor do que a fonte, o próximo ciclo de limpeza no alvo remove dados históricos migrados que se afastam da configuração de tempo de retenção de destino.

Reduza a carga da CPU

Antes de iniciar a importação, na fonte, desative o limiar dinâmico (DT). O DT é intensivo em CPU e vai diminuir e possivelmente até mesmo interromper o processo de importação. Enquanto uma importação está em andamento, não faça alterações no inventário ou recursos de origem.

Aumentar o tamanho da fonte e reiniciar a migração é intensivo em recursos na fonte. Para melhorar o desempenho, considere duplicar a memória da implantação de origem antes de iniciar a migração. Além disso, reinicie a fonte antes de iniciar a migração. Após a migração, você pode retornar a fonte para o tamanho anterior.

fonte: vmware
iCloud Tutoriais
Logo